Para bem curtir o inverno

Ana Paula PereiraAna Paula Pereira

Sommelière

Excelência Vinhos
___________________________

Tintos que harmonizam com pratos da estação

Quando o inverno chega logo tiramos os casacos do armário, botas, luvas, toucas e começamos a pensar nas delícias que esta estação nos traz.

Noite da polenta, festival de sopas e caldos, queijos e vinhos com amigos, fondue com a cara metade… o vinho o bom vinho, aquele que aquece o coração e vem acompanhado de boas companhias e papo agradável.

Para os dias mais frios sugiro a escolha de vinhos mais encorpados, pois eles nos dão a sensação de aquecimento corporal e harmonizam bem com a culinária da estação. Vinhos com estágio em barrica de carvalho têm taninos mais marcantes e elegância.

Para você não surtar na hora de escolher o vinho ideal, seguem algumas dicas que podem ajudar na escolha perfeita.

Para uma noite de queijos e vinhos descontraída com amigos, vá de vinhos tranquilos com taninos equilibrados, aqueles que têm estágio breve em barrica. As melhores opções são os produzidos a partir de Chardonnay, Pinot Noir, Carménère, Carignan, Cabernet Sauvignon e Sangiovese.

Caldos e sopas possuem mais untuosidade e especiarias, por isso prefira vinhos com um pouco mais de potência, porém elegantes, abuse dos blends, pois eles podem ser uma grata surpresa. Os vinhos portugueses são uma excelente opção, eles geralmente tem mais de três uvas em sua composição o que os torna potentes e elegantes.

A polenta tem a mesma base, o milho, mas vem acompanhada de molhos diversos e queijos. Escolha o vinho de acordo com o molho, para molhos mais leves, vinhos leves com taninos macios e para molhos mais encorpados à base de tomate e carne, vinhos com um pouco mais de acidez como os italianos.

Fondue.. hummm fondue de carne, queijo, chocolate, são tantas variações de modos de preparo particular de cada um. Para o fondue de carne sugiro vinhos tintos elegantes, um bom Shiraz ou Tempranillo cai muito bem. Para queijo, um bom Chardonnay ou Sauvignon Blanc, mas se prefere um tinto escolha os mais leves como Pinot Noir. Se for a base de gorgonzola escolha um que seja um pouco mais doce, como Primitivo di Manduria ou Puglia, Zinfandel ou arrisque com um Carménère sem passagem por barrica.

Existe uma infinidade de harmonizações; clássica, regional, por contraste, etc. Elas são perfeitas, mas você não precisa se apegar e querer fazer tudo certinho, o importante é se divertir e descontrair com os amigos, fazer harmonizações brincando e descobrindo qual agrada mais o seu paladar.

Sempre que tiver dúvidas consulte um profissional, as lojas sempre tem alguém para te auxiliar na escolha de um bom vinho e ajudar com a harmonização.

Agora é só convidar os amigos para aproveitar as delícias do inverno!

%d blogueiros gostam disto: