Chocolate bean-to-bar, sabe o que é isso?

Chocolate bean-to-bar , em bom português, é o chocolate da amêndoa à barra, ou seja, além de serem artesanais, os produtores vão buscar na fonte o cacau a ser utilizado em seu produto, há o contato direto com os agricultores ou com as cooperativas de cacau. Como resultado, além dele ser um chocolate mais puro, feito com grãos selecionados, o consumidor ainda tem informações da origem do fruto (região, país ou até a fazenda de onde vieram).

Faz bem pro seu paladar – porque esses chocolates quase sempre se resumem a cacau e açúcar (em quantidades variadas) e a adequação da receita às características dos frutos (eles são diferentes em cada região, assim como as uvas viníferas) – e também para a economia local de onde vem as amêndoas, pois o pagamento de preço justo pelo cacau é uma das premissas para ser classificado como bean-to-bar.

As primeiras marcas deste tipo surgiram nos Estados Unidos, antes mesmo dos anos 2000. Atualmente, são centenas pelo mundo. No Brasil, há até uma entidade que agrega esse produtores, a Associação Bean to Bar Brasil, que é presidida por Arcelia Gallardo, da Mission Chocolate São Paulo.”Fazer chocolate a partir do zero, a partir do grão de cacau, é uma habilidade muito especializada que leva muito tempo e conhecimento para dominar”, comenta Arcelia, em um post que ensina a fazer chocolate Bean-to-Bar no site de sua marca (veja aqui). Ela usa cacau 100% orgânico, vindo da Fazenda Camboa, na Bahia.

Outra marca, esta mais conhecida em Campinas, que faz chocolate bean-to-bar é a Dengo Chocolates, que oferece em suas lojas “pepitas” (amêndoas do cacau torradas, caramelizadas e drageadas, com coberturas variadas) e os “quebra-quebras”, grandes placas de chocolate com recheios e castanhas, quebradas de acordo com o tamanho (ou peso) solicitado pelos clientes, mas tem barras também. A marca utiliza o cacau a partir de uma rede que formou com mais 100 produtores – pequenos e médios – do sul da Bahia, com a proposta também de capacitar os agricultores.

 

Outra marca que vale conhecer é a Majucau, que surgiu da vontade do casal Mari e Junior de fazer o seu próprio chocolate com cacau de origem única. No caso, vindo da Fazenda Vale Potumuju, localizada no Sul da Bahia. “Nossa proposta é manifestar as riquezas do nosso bioma em nossas barras, com propósito e saudabilidade, repleto de aromas e sabores que um verdadeiro chocolate pode oferecer”, completa Mari.

Você pode comprar os chocolates da Majucau pelo site https://www.majucau.com.br

Foto do abre: Pablo Merchán Montes no Unsplash

Tags:, , , , ,

Categorias: Cultura gastronômica

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: