Kitutu: a influência africana na cozinha brasileira

O Brasil é o país fora do continente africano que reúne a maior afrodescendência do mundo e nossa cultura material e imaterial reflete essa realidade, segundo o antropólogo e museólogo Raul Lody. Dentro deste patrimônio está o entrelaçado da gastronomia brasileira com toda a culinária da África.  Já pensou quantos pratos hoje preparados por aqui vieram de lá?

Se você é destes que adora saber as origens do que come e é fã das comidas baianas, como o vatapá que ilustra esse texto, por exemplo, vale a pena ler “Kitutu: histórias e receitas da África na formação das cozinhas do Brasil”.  O nome do livro, originária da língua quimbundo, refere-se à palavra “quitute”, expressão muito utilizada para designar iguaria bem-feita.

A obra traz receitas doces e salgadas do norte da África (Magrebe), da África Ocidental, da África Atlântica-Austral e da África Oriental.  Mas, mais do que receitas, o autor discorre sobre mitos relacionados à comida e fornece amplo conhecimento sobre as diferentes maneiras de comer daquele continente, marcadas pelas escolhas de ingredientes que identificam povos e civilizações.

Curiosidade

No livro Kitutu (2019, p.61), Lody conta as derivações de nomes e receitas de um mesmo prato, como o vatapá. “Mataba em Comores, matapá em Moçambique, vatapá no Brasil. Sem dúvida as cozinhas mostram um permanente exercício de aproveitamento de ingredientes, e assim são construídos os pratos e organizados os cardápios do cotidiano e das festas. Pois as comidas celebram, aproximam, possibilitam muitos rituais de comensalidade e trazem as melhores memórias dos paladares de uma região, de uma comunidade, de um segmento étnico.”

Inicialmente, para nós, brasileiros, uma comida relacionada à matriz africana (pelo uso do azeite de dendê), a receita do vatapá se revela como prato do Brasil ao aproveitar o pão de trigo introduzido pelos portugueses com os acréscimos da castanha de caju – fruta nativa-, dos peixes, da galinha, do porco, que formam as bases dos diferentes tipos de vatapá, tudo celebrado no azeite de dendê, com complementos de amendoim e pimenta, entre tantos outros.

Quer saber a receita do Vatapá do livro Kitutu? Corre lá no Instagram @cpsentresabores

Serviço


Kitutu: histórias e receitas da África na formação das cozinhas do Brasil
Raul Lody
Páginas: 184
Preço: R$ 50
Onde comprar: http://www.livrariasenac.com.br
Editora Senac São Paulo

 

Foto do abre: Jorge Sabino

Tags:, , , ,

Categorias: Cultura gastronômica, Utensílios, livros, etc e tal

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: