Dicas para consumo de chocolate de forma mais saudável

chocolateA Páscoa bate à porta e junto com ela a tentação de exagerar no consumo de chocolates. Mas como fazer para aproveitar essa gostosura de forma mais equilibrada? Comprar um ovo menor, evitar os que possuem muito açúcar em sua composição, que são recheados com outros ingredientes super calóricos é uma boa saída.

A nutricionista Ana Ceregatti explica que a quantidade limitada de açúcar para ser consumida no cotidiano seria uma colher de sopa, mas não existe conta certa para ingestão segura de chocolate. “De forma geral, não se deveria consumir chocolate todos os dias. Mas por causa da Páscoa, o ideal deveria ser comer um pedacinho por dia até terminar o ovo e não comer mais chocolate, somente esporadicamente”, orienta.

Mais do que a quantidade, o consumidor deve se atentar à qualidade do produto que irá ingerir, uma dica que vale não apenas para este período, mas pra vida toda. Como reconhecer o que é de qualidade? Verificar a lista de ingredientes descrita na embalagem tendo em mente que o primeiro é o mais presente no produto e assim por diante. Por isso, de regra geral: açúcar, farinhas refinadas e gorduras, quanto mais longe do início, melhor.

“O chocolate ideal tem apenas três ingredientes: cacau, manteiga de cacau e açúcar. A massa de cacau tem que estar entre os primeiros na lista de ingredientes porque ela é a parte principal do chocolate e deve ter em bastante quantidade, sendo um indicativo de que o produto é de qualidade. A gordura trans, ou vegetal hidrogenada, é um ingrediente que você não quer no seu chocolate. Se ela aparecer no produto que você escolheu, repense sua escolha”, explica Ana Ceregatti.

De acordo com a nutricionista, os flavonóides, substâncias oxidantes que fazem bem ao organismo, só estarão presentes no chocolate se ele possuir bastante massa de cacau, ou seja tem que ter pelo menos 70%. “Quanto mais massa de cacau, mais amargo o sabor, o que acaba deixando as pessoas comedidas na hora de comer. Para quem tende a exagerar na quantidade, escolher um produto com alto teor de cacau pode ajudar na moderação. Se um toque especial é desejado, as castanhas e nozes são uma boa opção, uma vez que são nutritivas e saborosas”, comenta.

Ela não indica o consumo de chocolate branco, pois este é feito à base de manteiga de cacau, junto com açúcar e leite, tranformando-o em um produto muito calórico. Para os que procuram menos gordura nas delícias achocolatadas, a nutricionista indica a alfarroba, uma semente que vem dentro de uma vagem e que imita chocolate. “Ela é mais saudável porque se equipara com propriedades diferentes em relação ao chocolate com conteúdo alto de massa de cacau. O cacau tem bastante gordura, a alfarroba não tem bastante gordura tem muito mais açúcar próprio. Por este motivo, normalmente nenhum dos produtos feitos com alfarroba leva açúcar de adição, só o da própria semente.

Tags:, , , , , ,

Categorias: Comer sem culpa

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: