Espumantes nacionais para as festas de final de ano

wpid-cymera_20141119_131715.jpgPor Érika Soares

As festas de final de ano se aproximam, momento de pensar as decorações, os cardápios e as harmonizações. Para ajudar você a trazer novidades para sua noite de Natal e Reveillon, Entre Sabores buscou espumantes para brindar esses dois momentos, privilegiando a produção nacional.

Provenientes de Garibaldi (RS), região reconhecidamente a melhor do Brasil neste quesito, os espumantes Adolfo Lona são refrescantes, equilibrados e de alta qualidade. São feitos de forma artesanal, supervisionados pelo enólogo que dá nome à marca, sendo dois produzidos no método tradicional – quando a última fermentação ocorre na garrafa – e três no charmat – cuja fermentação se dá em grandes recipientes, que possibilita obter bebidas mais frescas e jovens.

Um dos destaques dos espumantes Adolfo Lona é o Nature, que não possui açúcares em sua composição e é feito em ambos os métodos. De produção limitada – apenas 3.600 garrafas – ele é resultado de um assemblage de vinhos elaborados com as uvas Chardonnay e Pinot Noir e uma parcela menor de Merlot vinificado para reduzir sua acidez.

O resultado é um espumante de cor palha , transparente, de perlage intenso e persistente, aromas refinados com toques de pão torrado e mel e um sabor onde se destaca a complexidade e leveza dada pela harmonia existente entre acidez e álcool.

A maior produção da marca – 36 mil garrafas – é o Brut Rosé, um assemblage de vinhos provenientes de uvas tintas (blanc de noir) mais predominantes e brancas (blanc de blanc).

>> Leia mais sobre o Brut Rosé

Enólogo Adolfo Lona

Enólogo Adolfo Lona

Outro Rosé de sucesso e de pequena produção (apenas 6.600 garrafas) pelo método champenoise é o Orus. Trata-se de um espumante bem elaborado a partir da mistura de Chardonnay e a Pinot Noir com um ciclo de produção que dura 18 meses. A espera é recompensada com uma bebida exuberante, de aromas intensos e persistentes, sabor agradável e ótimo equilíbrio entre acidez, álcool e açúcares.

Já o Brut Branco é feito predominantemente com chardonnay acrescido de pequena quantidade de vinho de Pinot Noir. É um espumante fresco, frutado, jovem e fácil de beber. Há ainda a opção demi-sec para os que preferem bebidas mais adocicadas.

Em Campinas, os espumantes Adolfo Lona podem ser adquiridos na Cave Pavesi.

Serviço
Espumantes Adolfo Lona
http://www.adolfolona.com.br
Em Campinas, na Cave Pavesi
Rua Maria Monteiro, 59, Cambuí.

 

Tags:, , , , , ,

Categorias: Entre copos, taças e xícaras

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: