Comida de Reis em terras mineiras

A benção na comida de Santos ReisTexto e fotos Érika Soares

Minas Gerais é uma terra fértil, que produz delícias apreciadas em todo o mundo. Um lugar em que a gastronomia está presente em cada detalhe, inclusive no folclore e nas tradições religiosas, como na Folia de Reis. Entre Sabores foi conferir um almoço em homenagem aos Santos Reis, que é comemorado no dia 6, realizado em São Sebastião do Paraíso, no Sudoeste do Estado.

A tradição, passada de geração em geração, ocorre sempre entre os dias 25 de dezembro e 6 de janeiro, quando as companhias de folia de reis, formadas por devotos dos magos Melchior, Gaspar e Baltazar, caminham pelas ruas – principalmente na zona rural – das cidades mineiras visitando casas, sítios e fazendas.

A representação é do caminho percorrido pelos reis, guiados pela estrela do Oriente, para encontrar e reverenciar o nascimento do menino Jesus. Uma figura marcante presente nas companhias é a do palhaço, que simboliza os melhores soldados enviados pelo rei Herodes para matar Jesus, mas que, ao invés disso,
se fantasiaram para distrair os demais e dar vantagem na fuga da Santa Família para o Egito.

Família de Ana Paula Horta recebe a bandeira da companhia de Folia de Reis

Família de Ana Paula Horta recebe a companhia de Folia de Reis, composta por músicos e pelo palhaço

Nesta jornada das companhias, música, oração e muita comida típica das áreas rurais mineiras para saciar a fome dos andarilhos. O cardápio é composto sempre por arroz, feijão em forma de tutu, macarrão, carne – principalmente a de porco -, farofa e salada. Para beber, vinho de garrafão e cachaça.

“O cardápio tradicional é esse, mas aquele que oferece o almoço ou jantar pode respeitar os costumes alimentares de sua casa ou servir o que tem”, explica a mestre em História, especializada em folia de reis, Ana Paula Horta, que foi a anfitriã de uma das companhias da cidade e ofereceu frango ao invés de carne vermelha aos devotos e convidados.

A tradição também manda dispor as comidas sempre da mesma forma:”arroz, feijão, macarrão, carne, farofa, salada”, explica a cozinheira Lucélia Mariano Silva, que este ano preparou sete almoços de folia de reis. Questionada sobre o porque da ordem, ela responde: “O motivo eu não sei, mas é assim que minha mãe sempre fez e antes dela também”.

Comer de tudo em um único prato para entrar no clima da Folia de Reis

Comer de tudo em um único prato para entrar no clima da Folia de Reis

Depois de chegar à casa da anfitriã, os integrantes cantam, oram, abençoam a comida e as pessoas presentes para só então degustar as delícias preparadas com cuidado e devoção. E para entrar realmente no clima da Folia de Reis é preciso comer tudo junto no mesmo prato.

Pra finalizar, um detalhe muito importante é que em festa para os Santos Reis nunca falta comida: “Fizemos para 40 pessoas, apareceram 70. Todo mundo comeu bem e ainda sobrou muito. É a benção dos Santos Reis que sempre funciona!”, conta a historiadora.

Tags:, , , , , , , ,

Categorias: Cultura gastronômica

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

3 Comentários em “Comida de Reis em terras mineiras”

  1. Adriana Dias
    6 de janeiro de 2014 às 1:40 pm #

    Parabéns pela matéria.

    • 6 de janeiro de 2014 às 6:28 pm #

      Agradecemos Adriana! Fique à vontade para nos visitar sempre que quiser! Compartilhe com os amigos!!!

  2. 6 de janeiro de 2014 às 3:28 pm #

    Muito bonito e comida deliciosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: