Jambalaya: prato único que satisfaz

Jambalaya de CamarãoPor Érika Soares

O cotidiano corrido nos dias atuais acaba deixando pouco tempo para as pessoas se dedicarem com prazer ao momento da refeição, que dirá à arte de preparar suas próprias comidas, curtindo os aromas das especiarias e temperos durante o processo.

Uma boa saída para agregar saúde no prato e tempo para fazê-lo é optar por preparações únicas, ou seja, que não precisam de acompanhamentos, entradas, etc.

Entre as alternativas está um prato criado durante a história da colonização do continente norte americano, uma fusão das cozinhas creole e cajun, chamado de Jambalaya, que tradicionalmente é picante e feito a partir de misturas de proteínas e vários tipos de arroz – cateto, agulhinha, vermelho, preto, polido ou integral. O cereal pode ter a consistência adequada ao gosto do comensal:pode ser mais úmido e cremoso, ou soltinho.

Curiosidade

A origem do nome jambalaya é incerta e a primeira referência encontrada à palavra foi escrita em 1872. Muitos acreditam que é derivado da palavra espanhola para presunto, jamón, ingrediente principal desse prato na primeira metade do século XVIII.

No livro The Dictionary of American Food and Drink, o autor John Mariani, traz uma versão mais interessante para o nome: “Tarde da noite, um senhor hospedado em uma pousada de New Orleans não encontrara nada para comer em seu aposento. O então proprietário disse ao cozinheiro da pousada, cujo nome era Jean, para que misturasse algumas coisas: balayez, no dialeto da Louisiana. Maravilhado com o sabor e surpreso com a montagem do prato, o senhor acabou batizando-o “Jean Balayez”.

Uma receita

Um dos chefs brasileiros que encamparam esse prato típico da culinária americana é Renato Caleffi. Em seu restaurante, Le Manjue Bistrô, as jambalayas fazem parte do cardápio, sendo que a mais pedida é a de Camarão. Além do ingrediente principal, leva ainda bananas, curry e queijo gouda. (foto)

Ingredientes

30g de arroz (tipo cateto integral)
30 ml de vinho branco seco
28g de açúcar
7 a 9 unidades de camarão médio
1 banana nanica ou prata não muito madura, nem muito grande
1 colher (sopa) de salsinha picada
1 colheres (sopa) de queijo mussarela
1 colher (sopa) de cachaça
1 colher (sopa) de requeijão
1 dente de alho
fios de azeite
Uma pitada de cúrcuma em pó
Meia de colher (café) de salsa
Meia de colher (café) de mostarda em grão preta

Modo de Preparo

Salteie os camarões em fio de azeite com o alho amassado. Adicione a cúrcuma e o sal. Flambe com a cachaça e depois adicione o vinho. Retire os camarões e adicione o arroz já cozido com tempero tradicional de alho, cebola e azeite. Em seguida, coloque o curry e o açúcar. Assim que o arroz absorver todo o líquido, junte os camarões e o requeijão. Finalize com a salsa e mostarda em grão preta. Misture e adicione as bananas em rodelas e apague o fogo.

Tags:, , , , ,

Categorias: Cultura gastronômica

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: