Um vinho português com sangue brasileiro

Manz Cheleiros Dona FátimaTexto e foto Érika Soares

Durante a última Mostra Internacional de Vinhos, realizada em Campinas no dia 14 de setembro, Entre Sabores conheceu a interessante história de uma casta típica portuguesa quase extinta e um brasileiro – ex-jogador de futebol – que se atreveu a vinificá-la na região de Lisboa.

O brasileiro em questão é André Manz, nascido no Litoral Norte Paulista, hoje proprietário da vinícola Manzwine, que é produtora de seis tipos de vinhos:  Dona Fátima, Pomar do Espírito Santo, Platônico, Manz Rosé, Manz Douro (Medalha de Ouro Mundus Vini este ano) e Contador de Estórias (Eleito um dos 50 Melhores Vinhos de Portugal).

A responsável por este feito foi certamente a casta branca, uma uva portuguesa pouco conhecida chamada “Jampal”, que estava plantada em vinhedo abandonado adquirido pelo brasileiro em Cheleiros, uma pequena aldeia romana. Contrariando os enólogos responsáveis pela análise da casta que o aconselharam a arrancar as videiras porque a uva era pouco produtiva e não era rentável, André Manz optou por experimentar fazer vinho 100% Jampal.

>> Leia mais sobre a MIV 2013

Apoiando antigos agricultores da aldeia, o resultado da descoberta foi a recuperação da uva e da produção de vinhos de qualidade que no passado deram reconhecimento à região. Hoje, o vinho “Dona Fátima”, além de ser o único vinho monocasta Jampal do mundo, foi considerado um dos 50 Melhores Vinhos de Portugal.

De cor citrina, aroma frutado e floral com notas de tosta, baunilha e coco,  na boca o Manz Cheleiros Dona Fátima possui bom corpo, acidez firme, é fresco, aromático, persistente. Um vinho que harmoniza perfeitamente com peixes em geral.

No Brasil, esse e os outros vinhos medalhados da Manzwine são importados pela Lusitanus Brands Comercial Importadora.

Tags:, , , , , , ,

Categorias: Entre copos e taças

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

4 Comentários em “Um vinho português com sangue brasileiro”

  1. 1 de outubro de 2013 às 12:09 pm #

    Já experimentou?

    • 1 de outubro de 2013 às 1:43 pm #

      sim. É delicioso!

    • 27 de outubro de 2013 às 3:41 pm #

      Olá Márcia. No dia 28 de Outubro teremos mais uma degustação dos vinhos ManzWine em Campinas. Desta vez a degustação será na sede da ABS Campinas e é uma fantástica oportunidade para provar o único vinho varietal da uva Jampal do mundo! O produtor André Manz estará presente também e vai contar a história de como um jogador de futebol do Taubaté acabou se tornando num produtor de vinhos em Portugal! Mais informações com a ABS Campinas!

  2. Francisco Marques
    11 de junho de 2014 às 10:13 am #

    Como português, só posso estar grato a este brasileiro por ter impedido que esta casta de uvas rumasse até extinção. Portugal faz parte da história do Brasil, e vice-versa, por isso é normal que nos interessemos por tudo o que se passa na outra “margem” do Atlântico. Não sou grande bebedor, mas aprecio muito vinhos de alta qualidade e, também nessa área da vida, não sou racista: gosto tanto de brancos como de tintos. Muito obrigado André Manz, desejo muito sucesso para o seu trabalho e prometo que estarei atento ao seu vinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: