Vinhos para todos os paladares na MIV 2013

MIV 2013Por Érika Soares
Fotos Adriano Ramos

Uma imensidão de belas garrafas e bebidas deliciosas. Esta foi a marca da edição 2013 da Mostra Internacional de Vinhos (MIV), realizada em Campinas no último sábado, dia 14 de setembro, na Casa de Campo do Royal Palm Plaza.

Garrafa de cristal com detalhes em ouro 18 quilates do espumante Rinaldi Supreme Extra Brut é praticamente uma joia

Uma joia: garrafa de cristal com detalhes em ouro

Vinhos representantes do velho, do novo e do novíssimo mundo estiveram presentes no evento: portugueses, espanhóis, italianos, franceses, alemães, austríacos, americanos, uruguaios, argentinos, chilenos, australianos, neozelandeses, e claro, os brasileiros em grande quantidade.

Por conta do alto número de rótulos disponíveis para apreciação, foi necessário traçar estratégia para melhorar aproveitar a MIV, que ferveu de pessoas durante toda a tarde. E não faltaram opções para os mais variados tipos de paladar: tintos, brancos, roses, espumantes e de sobremesa foram oferecidos pelas cerca de 50 bancas compostas por importadores e produtores.

Nem só os aromas, os sabores e as cores dos vinhos chamaram atenção dos participantes. Em alguns casos, as garrafas impressionaram também. É o caso do espumante italiano Rinaldi Supreme Extra Brut 1999, Villa Rinaldi, que possui garrafa de 1 litro feita de cristal Bohemia e detalhes em ouro 18 quilates. O valor dessa preciosidade, que não estava disponível para degustação, custa entre 2,5 mil e 3 mil euros.

Único vinho monocasta de jampal no mundo

Único vinho de jampal no mundo

A variedade de castas também foi um dos destaques da MIV – ultrapassou uma centena e meia – que foram das mais conhecidas dos brasileiros, como Malbec, Cabernet Sauvignon e Sauvignon Blanc até as mais diferentes como a jampal, presente na garrafa do vinho lisboeta Manz Cheleiros Dona Fátima 11 da Manzwine, único vinho monocasta desta uva no mundo. Um vinho mineral, potente, com uma boa acidez na boca, e alguma complexidade.

>> Leia mais sobre a casta jampal

Top Five da MIV 2013

No meio da tarde, o anúncio dos Top Five da MIV, escolhido um dia antes por um júri técnico altamente especializado, experiente e isento, sob coordenação de Bruno Vianna, consultor internacional em vinhos e presidente da ABS-Campinas (Associação Brasileira de Sommeliers). Este ano, além de Vianna, foram jurados Daniel Mantoanelli, Mário Mucheroni, Miguel Hatsumura, Walter Tommasi.

Importante dizer que nem todos os expositores destacaram um rótulo para participar da degustação às cegas. Os visitantes da Mostra puderam participar experimentar os Top Five em uma degustação paralela.

Confira a classificação:

1º lugar
BENI DI BATASIOLO Vigneto Cerequio Barolo 2004/ origem: Piemonte – Itália/ Expositor : Max Brands/ Batasiolo

2º lugar
AVELINO VEGAS Reserva Especial Fuentespina 2003/ origem:  Ribera del Duero – Espanha / Expositor: Cantu

3º lugar
BODEGA SOTTANO – Reserva de Família Cabernet Sauvignon 2008 – Mendoza/Argentina – Max Brands

4º lugar
OTERO RAMOS – Extramuros Gran Reserva Malbec 2007- Mendoza/ Argentina – Vinea

5º lugar
FRONTAURA Y VICTORIA Nexus Cosecha 2011/ país produtor: Ribera del Duero/Espanha / Expositor: Domno

Tags:, , , , , , , , , ,

Categorias: Entre copos, taças e xícaras

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Vinhos para todos os paladares na MIV 2013”

  1. 17 de setembro de 2013 às 10:34 am #

    Deve ter curtido muito,não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: